Contêineres e caminhões

Trabalhar com qualquer atividade próxima ao porto de Santos certamente vai mais cedo ou mais tarde envolver contêineres. Não é diferente na empresa onde trabalho, todo dia dezenas de caminhões levam e trazem cargas dentro deles. 

Várias pessoas já me perguntaram se essas caixas gigantes vão soltas em cima dos caminhões, supostamente mantidos no lugar apenas pelas várias toneladas que carregam. Alguns já me disseram ter medo de ao ultrapassar um caminhão carregando um contêiner, este se soltar e cair sobre o carro.
O fato é que os contêineres são sim presos ao caminhão. Para falar os nomes certos, a carreta, ou semi-reboque feito para transportar essa carga chama-se “Porta Contêiner”. No porto, esse equipamento é conhecido simplesmente como “bug”.
O tal bug possui, no mínimo, em seus cantos peças chamadas “locks”. Essas travas são resposáveis por prender o contêiner ao chassis da carreta, como se pode ver nesta imagem:
Esses locks prendem-se a orifícios ovais nas longarinas do contêiner. Fiz um desenho tosco junto com a foto para tentar ilustrar como funciona. Ao descer o contêiner sobre a carreta, os locks devem ser girados para travar. Pode não parecer mas são muito fortes. 
Photobucket
Isso garante que o contêiner não se desprenda do caminhão. Os locks são tão fortes, que ao descarregar, se forem esquecidos travados, o guindaste do porto pode suspender o caminhão todo, preso por apenas esses quatro pontos. 
Ai surge uma outra dúvida muito comum. Como os contêineres são carregados e descarregados, e também empilhados? A resposta é usando uma máquina dessas:
Photobucket
Essa máquina é conhecida como reach stacker, e consegue empilhar, dependendo do modelo, até 7 contêineres comuns. Hoje aqui no pátio a maior pilha era essa:
Photobucket
Nessas pilhas sim os contêineres são soltos, dependendo apenas da gravidade para mantê-los no lugar. No caso de vazios, um vento muito forte pode deslocar e até mesmo derrubar um deles, mas isso é raro.
A reach stacker suspende os contêineres usando o mesmo sistema de locks das carretas, que ficam posicionados nessa peça:
Photobucket
Esse monstrengo é comandado desse cockpit:
Photobucket
E esta é a visão do piloto:
Photobucket
Há um tipo de máquina menos eficiente chamda de top loader. Na verdade trata-se de uma adaptação de uma empilhadeira de grande porte. Essa amarelinha já vai tarde daqui:
Photobucket
Photobucket
Quando tirei as fotos não havia operação no pátio, então vou deixar vídeos de outras máquinas similares:
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s