O que é um Pseudo-fotógrafo e como identificar um

Este texto originalmente foi publicado por Heather Skau no site Take off your mommy Goggles, dedicado a ajudar pessoas e encontrar bons fotógrafos.

Com a permissão da autora, traduzi o artigo para nossa língua, e espero que isso permita uma compreensão por um público maior.

Luiz_fellipe_carneiro_-_mg_4276

A discussão Pseudo-fotógrafo/Fotógrafo está forte há algum tempo no meio fotográfico. Todos tem uma opinião diferente sobre o que faz de alguém um “profissional” ou um “hobista”.

Por definição, um “profissional” é alguém que ganha a vida, ou pelo menos parte do seus rendimentos, com sua atividade. A maioria das pessoas também concorda que um profissional tem um negócio estabelecido na sua área, ou trabalha em algum empresa. Um profissional paga impostos do dinheiro que ele ganha.

Entretanto, eu pessoalmente tenho visto trabalhos fotográficos horríveis de pessoas que tem empresas abertas e pagando seus impostos. Somente por você ter aberto seu negócio não quer dizer que você tem capacidade para fotografar ou retocar fotografias. Por outro lado, também conheço pessoas que tem fotografias fantásticas mas não tem desejo de ganhar dinheiro com isto.

Por existir tanta margem para confusão, definirei um Pseudo-fotógrafo como ele se encaixa no contexto deste website*

Na minha opinião, e para os propósitos deste site*, ser um Fotógrafo Profissional tem mais a ver com seu domínio da fotografia e a qualidade do trabalho produzido, além da sua ética, práticas comerciais e padrões de atendimento ao cliente, do que simplemente alguém que simplesmente cobra (e normalmente entrega algo proporcional a ao – baixo – valor cobrado)

Um Pseudo-fotógrafo tem alguns ou todas as seguintes características:

1. Falta-lhe conhecimento técnico: Uma câmera é apenas uma ferramenta, nada mais. Ela não funciona sozinha. Ela não tira fotos incríveis automaticamente. Falando tecnicamente, imagens agradáveis são produzidas porque a pessoa segurando a câmera investiu seu tempo em aprender a usá-la. Pseudo-fotógrafos colocam a camera no modo Automático e “largam o dedo”: Fotografam como se não houvesse amanhã, esperando que alguma entre milhares de fotos fique boa.

2. Não entendem que carecem deste conhecimento técnico: Esta é a parte que deixa os Fotógrafos Profissionais loucos. Pseudo-fotógrafos acreditam de verdade que eles fazem um bom trabalho – ou então eles simplesmente não ligam que seu trabalho é um lixo. A maioria dos Fotógrafos Profissionais que conheço se debruça sobre as fotos, nós analizamos cada ponto, tentando encontrar defeitos ou pontos que poderiam ser melhorados. Nunca dizemos “Já sabemos o suficiente”. Já os Pseudo-fotógrafos, com suas mentes fechadas, acreditam que toda a sabedoria do universo fotográfico foi concedida à eles quando abriram as caixas de suas câmeras na manhã de Natal.

3. Tem pouca ética: Para mim, a equação é simples. Se você não tem conhecimentos técnicos, você não domina seu trabalho. Se você não domina seu trabalho, você não pode produzir algo com qualidade. Se alguém aceita dinheiro, qualquer quantia, em troca de ter produzido algo para você, e esse algo é de baixa qualidade, essa pessoa tem pouca ética no seu trabalho. Pessoas com ética não se estabelecem produzindo trabalho de baixa qualidade.

4. Tem um atendimento ao cliente ruim: Implicação direta do item 3. Não é possível ao mesmo tempo ter um atendimento excelente ao cliente com trabalho ruim. Ponto.

5. Mina (ou mesmo ataca) Fotógrafos Profissionais: Eu já vi várias vezes. Pseudo-fotógrafos vendendo seu trabalho e dizendo coisas como “Quem pode pagar por esses fotógrafos caros? Seus preços são ridículos! Eu vou fazer suas fotos por uma fração do que eles cobram. Você vai ter a mesma coisa por um bocado a menos.” Isso mostra uma completa falta de entendimento dos custos envolvidos com um negócio. Isso também comprova o fato que os Pseudo-fotógrafos não possuem a capacidade de avaliar corretamente seu próprio trabalho. Pensam que estão produzindo “a mesma coisa” que um Profissional. Fato, algo muito barato vai valer exatamente o pouco pelo que você pagou.

6. Não tem acesso a recursos profissionais: Que tal se você quiser impressões em canvas para exibir nas paredes de sua casa? Suponha que você tenha um álbum de família e queira um outro diagramado tão bem quanto? Os Pseudo-fotógrafos costumam não ter acesso aos fornecedores de produtos com qualidade profissional, até mesmo porque vários fornecedores trabalham apenas com profissionais cadastrados.

*O contexto é do site Take off your mommy goggles.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s