Enganando a si mesmo

EOS DigitalSemana passada presenciei um cena no mínimo estranha. Uma pessoa se dirige a um amigo, professor de fotografia, e pede que urgentemente “regule” sua câmera reflex nova. Contou que havia acabado de adquirir a máquina[bb]e no dia seguinte, de manhã, iria cobrir um evento. Teve ainda o “cuidado” de consultar a previsão do tempo para dizer ainda que queria a câmera regulada para fotos em um dia nublado.

Até ai tudo bem. Ninguém é obrigado a nascer sabendo fotografar. Alias, ninguém tem obrigação de conhecer a fundo toda a matemática por trás da arte fotográfica. E se analisarmos, procurar um professor de fotografia para ajudar com a câmera recém adquirida não é vergonha para ninguém!

O que transformou um simples pedido a um professor em algo vergonhoso foi uma frase, que mostrou toda a intenção trazida pela pessoa: “Sabe, para todos os efeitos, eu sou um exímio fotógrafo, só você (referindo-se ao professor) sabe a verdade.” Parece que o cidadão ignorou completamente minha presença na sala.

Poupando o leitor dos detalhes, o que seguiu-se foi a descrição de um evento qualquer na cidade, que envolveria prefeitura e alguns figurões, e que esta pessoa, por algum contato com alguém envolvido, recebeu a incumbência de fazer a cobertura fotográfica. Alguém que visivelmente não conhecia absolutamente nada de fotografia. Nada.

Claro, não é apenas este camarada que age dessa maneira. E não é só no Brasil. Basta uma olhadinha no http://youarenotaphotog.tumblr.com/ para ver como no mundo todo há pessoas que colocam uma câmera[bb]no pescoço e decidem começar a cobrar por algo que mal entendem. Essas pessoas, muito mais do que enganar os outros, que irão receber um trabalho no mínimo mal feito, estão engando primeiro a si mesmas. Pensam que podem competir num mercado onde existem muitos profissionais com conhecimento de sobra, sem ter feito um curso ou lido um livro sequer. Nem mesmo o manual de instruções da sua máquina. Pensam que porque a foto é digital, qualquer um faz. Pensam que é facil, e podem fazer. Pensam que terão sucesso e dinheiro fácil, marias-fullframe caindo a seus pés como que na propaganda do desodorante[bb]. E no final serão frustrados, já que nada disso vai acontecer, e ainda vão ter o prejuízo de terem investido em um equipamento caro, já que pela falta de conhecimento normalmente caem na empurroterapia de qualquer vendedor mais esperto. Estão condenados a um fracasso retumbante, mais cedo ou mais tarde.

Voltando ao cidadão orgulhoso com sua nova aquisição, ainda soltou que daria como referencia o estabelecimento em que estávamos, sendo logo repreendido pelo professor.

E a câmera, como ficou? No quadradinho verde, onde mais?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s